Memorial Inumeráveis une histórias das vítimas de COVID-19

Artistas, jornalistas e voluntários juntam-se para escrever prosas em homenagem as pessoas que faleceram

Site Memorial Inumeráveis homenageando as vítimas do novo coronavírus – Fonte: site Memorial Inumeráveis

Desde 17 de março de 2020, o Brasil sofre com as mortes causadas pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). O país já passou 12 mil falecimentos de infectados pela doença. Em homenagem às vítimas e aos parentes, o projeto Memorial Inumeráveis foi criado para voluntários escutarem relatos das famílias que perderam entes queridos e eternizarem em prosas a história de vida da vítima.

A publicitária e moderadora voluntária do Memorial, Rayane Urani, conta que a ideia surgiu do artista Edson Pavoni com o intuito de mostrar que as pessoas que compõem os números das estatísticas também tiveram lembranças. “Muitos brasileiros se foram, mas os legados delas continuam. Nós não podemos tratá-las só como estatísticas”.

Primeiro texto feito pelo jornalista Josué Seixas – Fonte: Site Memorial Inumeráveis

O projeto conta com uma equipe de voluntários que acreditam na causa e gostam de escrever. O jornalista freelancer Josué Seixas uniu-se ao time pelo objetivo de eternizar memórias. “Nós estamos permitindo que uma família lembre de uma pessoa só com um clique. O nome dela vai estar para sempre ali, além da imaginação dos parentes”, conta. Josué também diz que a primeira sensação ao escrever o primeiro relato foi uma mistura de tristeza e felicidade.

Confira o relato do jornalista:

Prosa feita pela Rayane Urani, em homenagem à Maria Volpe, mãe da Ana Camargo – Fonte: Site Memorial Inumeráveis

Inumeráveis já tem mais de 400 prosas que são dedicadas às vítimas falecidas por causa do COVID-19. A educomunicadora Ana Paula Camargo conheceu o site através de uma amiga e, em seguida, decidiu mandar memórias de sua falecida mãe, Maria Volpe, para o projeto. Ana diz que ficou emocionada quando viu a prosa pronta. “Chorei muito e ainda acho que foi pouco. Todas as vítimas mereciam mais iniciativas assim, porque no meu entender, estamos sós”.

Última foto da Ana Camargo com a mãe Maria Volpe – Foto: Arquivo Pessoal

Rayane Urani diz que a equipe criadora do Memorial está satisfeita em saber que o plano de tributo é bem recebido por todos.

Confira o trecho da entrevista com a publicitária:

Aos interessados em se voluntariar a escrever textos de homenagem ou perderam alguém próximo e que deseja contar suas memórias para o  Inumeráveis, basta acessar o link do site e cadastrar-se.

“não há quem goste de ser número,

gente merece existir em prosa”

– Inumeráveis.

Isabella Lutz – 7º Período|Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s