Agência UVA Barra assistiu: "Minha Mãe é Uma Peça 3 – O Filme"

Foto: Divulgação

Depois dos acontecimentos do dois últimos filmes, dona Hermínia (Paulo Gustavo) está de volta em “Minha Mãe é uma peça 3 – O Filme”. Nesse novo longa, a mãe de Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Marcelina (Mariana Xavier) está morando em Niterói, os filhos seguiram com as suas vidas e a mãe ficou sozinha. Quando Juliano anuncia que vai se casar e Marcelina revela que está grávida, dona Hermínia vê uma oportunidade de passar mais tempo com os filhos, o que acaba não saindo como o esperado.

A trilogia iniciada por Paulo Gustavo em 2012 com “Minha Mãe é Uma Peça” tem o tipo de humor que agrada a muitos, afinal os últimos dois longas foram sucesso de bilheteria, porém não costuma conquistar uma parcela do público que já está cansada das inúmeras comédias produzidas todos os anos pelo cinema nacional. Nesse novo capítulo da vida de dona Hermínia, temos de volta todos os elementos que o espectador pode esperar, piadas com situações do dia a dia que cativam pela sinceridade e a forma sem pudores de falar da protagonista.

O roteiro, que também é assinado por Paulo Gustavo, desta vez coloca a protagonista em uma posição que até já tinha sido explorada, só que agora inverte os papéis. Se no primeiro filme dona Hermínia, abandona os filhos sozinhos, fazendo eles perceberem a falta que a mãe faz, dessa vez são os filhos que cresceram, seguiram suas vidas e a mãe que não estava preparada pra isso, se vê sozinha.

O longa, apesar de todos os elementos de humor e comédia inseridos na história, tem frases e piadas que no fundo revelam uma certa melancolia. A questão de “o que fazer agora que os filhos foram criados” é tratada de forma superficial, até porque o filme é uma comédia, mas os pais e mães que estão passando ou já passaram por esse momento da vida vão sentir quando assistirem esses momentos na tela. Outro aspecto abordado é o envelhecimento e como lidar com ele, brincadeiras são feitas com a condição de saúde de dona Herminia, como dores de coluna entre outros males que vem com a idade, o filme mostra de forma bem humorada como esses desafios são presentes na vida das pessoas.

A direção de Susana Garcia, que já trabalhou em longas como “Minha Vida em Marte” e “Os Homens São de Marte… E é pra Lá que Eu Vou” segue o padrão de produções nacionais de comédia, os planos lembram muito programas humorísticos de tv, a fotografia segue esse mesmo formato pouco inspirado e seguindo o estilo desse tipo de produção.

“Minha Mãe é Uma Peça 3 – O Filme” sabe exatamente qual o público quer atingir e não tem vergonha de se assumir como um filme de comédia. O grande acerto é a forma como ele consegue abordar inúmeros temas como, envelhecimento, maternidade, amadurecimento dos filhos e o amor com leveza e bom humor. O filme estreia em 26 de dezembro.

.

Lucas Souza – 2º Período – Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s