Curso de Design de Interiores promove debate sobre a relação com animais de estimação durante a quarentena

Café Virtual apresenta temas de higienização e relacionamento com os pets

O curso de design de interiores, da Universidade Veiga de ALmeida (UVA), promoveu um Café Virtual com a médica veterinária Loide Machado no dia 8 de maio. Taisa Carvalho, coordenadora do curso no campus Barra, também participou da conversa. O objetivo foi esclarecer dúvidas a respeito dos cuidados com os animais durante a quarentena numa perspectiva interdisciplinar do design e da medicina veterinária.

A live começou com algumas explicações a respeito do novo coronavírus. Segundo a médica veterinária, o vírus é envelopado com uma camada de gordura e a partir do momento que ocorre a higienização correta, a proteção que envolve o material genético do vírus se desfaz, impossibilitando a infecção. Loide ressaltou a importância do uso de álcool 70%, detergentes e do isolamento social.

Para os animais, entretanto, os cuidados são diferentes. Os cães de grande porte, por exemplo, precisam de um certo gasto energético para se manterem saudáveis física e psicologicamente. Para isso, é recomendável que se mantenha uma rotina de passeios na rua, tomando as devidas precauções. “O cuidado começa no ir pra rua. A primeira coisa é tentar evitar o contato com outros cachorros e com pessoas. A segunda parte: voltou pra casa? Higiene. É importante você limpar as patas e o pelo”.

A sugestão da veterinária é que se faça uma solução com água e detergente (ou sabonetes infantis) para realizar a higienização dos pets. Após a limpeza, é importante secar bem as patas dos cachorros. Além disso, Loide ressalta que o uso de álcool para a limpeza de animais é estritamente proibido pois pode causar queimaduras nos pets. Taisa Carvalho questionou sobre a necessidade de mudar a disposição de objetos e tecidos na casa para diminuir a possibilidade de infecção. Segundo Loide, não é necessária mudança se houver uma limpeza efetiva dos animais que saírem na rua.

O estresse também foi abordado durante o debate, em especial, a ansiedade de separação que pode acontecer quando os donos de pets voltarem à rotina. “Quando essa quarentena acabar os cachorros vão estar tão acostumados com os donos dentro de casa que muitos vão sofrer com a separação e isso é um problema muito sério. Uma das formas de evitar isso é em alguns momentos do dia se isolar e deixar o cachorro sozinho. Ele tem que entender que em alguns momentos, mesmo com você em casa, ele vai estar sozinho”, explicou a médica veterinária. 

O bate-papo também trouxe a questão do abandono dos animais que se tornou mais frequente por conta da quarentena. A ação é crime e todos devem estar conscientes na hora de ter um animal doméstico. O Café Virtual durou cerca de 1 hora e faz parte de uma ação do curso de design de interiores, que pretende realizar uma série de eventos virtuais durante a quarentena com outras temáticas no perfil @designinterioresuva no Instagram.

Rafaela Barbosa – 7° Período |Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s