Experiências fora de sala

Centro Acadêmico de Nutrição promove série de palestras no campus Barra, da Universidade Veiga de Almeida

WhatsApp Image 2018-05-25 at 17.30.26
Foto: Ana Beatriz Bernardo

As faculdades procuram incentivar a participação dos alunos e acrescentar experiências fora das salas de aula. E não é diferente no campus Barra da Universidade Veiga de Almeida (UVA), onde ocorreu nesta quinta-feira, 24, o 4º ciclo de palestras Canut UVA. Uma iniciativa do Centro Acadêmico de Nutrição, que representa o curso há 4 anos na Tijuca, com a coordenação de Carlos Eduardo das Neves e dos Representantes do Canut, o evento começou às 8:30 da manhã, no auditório do bloco A. O bate-papo reuniu alunos de nutrição e biomedicina do primeiro ao terceiro período, e promoveu a conversa com vários profissionais da área.

Microbiota intestinal e obesidade, atuação do nutricionista em serviço de alimentação, atuação e vivência do nutricionista em creches e escolas e os mitos e verdades dos esteroides e anabolizantes. Esses foram os assuntos que a nutricionista Júlia Alves comentou, ainda acrescenta sobre a avaliação da composição corporal de bailarinos e conta que a ideia do estudo surgiu pelo fato de ser bailarina desde os oito anos de idade, e ver muitos casos de anorexia e bulimia. “O foco era avaliar a composição corporal, não imaginava que ia esbarrar em tantos casos de pessoas que não estão satisfeitas com o próprio corpo”, revela.

            A nutrição é uma carreira dinâmica. Para a professora Yone Nut, eventos assim são importantes por conta das constantes mudanças no curso. “O tempo inteiro temos novas descobertas no campo, é sempre bom compartilhar com os alunos que ainda estão conhecendo a área”, explica. E os estudantes, como a Luana Vasconcellos, aproveitam essas oportunidades para agregar conhecimento. “Eu adorei as palestras, com toda certeza acrescentou muito nas minhas experiências a aprendi mais sobre o meu curso”, declara a estudante de nutrição do primeiro período.

Uma forma de contato direto com a área é o diferencial para os estudantes. O presidente do Centro Acadêmico de Nutrição da Tijuca, Pedro Augusto Pereira, está cursando o 7º período. Ele relatou que o CANUT ajudou a quebrar barreiras de comunicação entre os alunos e a coordenação do curso. “A nossa ideia é que também haja um CANUT no campus Barra para representar melhor quem estuda aqui. Ainda é um projeto modelo porque oferecemos as palestras, mas não temos os minicursos à tarde”.

A troca de conhecimento gera resultados proveitosos. Amanda Costa, química e atleta bodybuilder, foi uma das convidadas. Ela compartilhou um pouco da própria experiência na palestra “Esteroides e Anabolizantes: mitos e verdades” e afirmou que gostou muito de comparecer ao CANUT. “É a primeira vez que venho e acho um evento de grande valor, principalmente, porque propicia uma troca de informações entre as áreas de Nutrição, Educação Física e Biomedicina. Os alunos mandam e-mails e eu disponibilizo meu material. Gosto desse feedback”.

Os docentes têm noção da dimensão do CANUT, como a professora do curso de Nutrição, Betina Schmidt, que ajuda os alunos a organizar o Ciclo de Palestras e relata a relevância disso.  “Estamos recebendo cinco palestrantes para falar de diversos temas dentro da Nutrição e da pesquisa científica. Esse é o momento em que a gente consegue reunir todos os estudantes. Há uma troca entre os mais novos e os mais velhos”, conclui.

Ana Beatriz Bernardo, 5º período e Bárbara Faria, 5º período. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s