Incentivo ao empreendedorismo

Museu do Amanhã recebe maior evento de startups do Rio

IMG_2005
Foto: Carolina  Ewald

Práticas sustentáveis, tecnologia e inovações. Esses foram os projetos apresentados pelo SIC (Startups Insight & Connection), maior evento de startups do Rio de Janeiro, nesta última segunda-feira (04/06), no Museu do Amanhã, na zona portuária. Com o objetivo de promover novas empresas com planos inovadores para o mercado empreendedor, essa edição recebeu dois palcos com palestras, workshops e pitchings durante cerca de 10 horas de programação aberta para o público que deseja conhecer mais desse mundo.

Para os empresários que já estão inseridos no mercado das startups, a novidade desse ano é com o projeto “Sai do Papel”, que lançou o “Desafio das Startups”, que visa selecionar entre 20 competidores, os três melhores para participarem do programa de aceleração para viabilizar o desenvolvimento do modelo de negócio e colocação no mercado. Segundo o fundador do projeto e também organizador do SIC Carlos Junior, o estado carioca precisava de uma plataforma com essa diversidade inovadora. “Criamos isso para gerarmos motivação, porque todos somos capazes de abrirmos uma empresa e nos conectarmos corporativamente”, enfatiza.

Foi com essa intenção de expandir a proposta que o empresário Jarbas Braga se inscreveu na competição. O plano de criar uma bicicleta elétrica leve, versátil e de fácil manuseio foi um dos vencedores. Ele ainda brinca que com a greve dos caminhoneiros, esse foi o meio de locomoção mais prático e rápido. “Eu estava tentando crescer com postos de alugueis de bike, porém, a chance de fazer meu comércio se espalhar pela cidade está aqui”, comenta sobre a oportunidade. Outros projetos que participaram foi a Tech Trash, empresa de recolhimento de lixo eletrônico, como também a 3e60, que trabalha com realidade virtual em áreas imobiliárias.

Conhecer os novos planos empreendedor também é o que chama a atenção do público. Esse foi o caso do visitante Diego Cidade, da Academia do Universitário, que declara ter interesse na área empreendedora. “Eu já conhecia o plano de realidade virtual, vim para saber um pouco mais sobre outros modelos e entender como investir nesse mercado”, admite. De acordo com a head da ComunicaMe Luisa Medeiros, esse é o foco do evento, unir os meios coorporativos com os consumidores e público. “Tivemos um bom resultado, uma alta interação entre os visitantes e expositores. Esperamos que seja ainda melhor no ano que vem”.

Giovanna Faria, 6º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s