Treino Aberto do UFC 237 aproxima fãs de atletas

Um momento especial para quem não irá à Arena ter a sensação de estar nela.

.

O Treino Aberto é um evento gratuito que acontece todas as quartas-feiras que antecedem às lutas de card principal sediadas no Brasil. Nessa quarta (08/05) foi o terceiro ano consecutivo que o treino ocorreu no Barra Shopping, no Rio de Janeiro, atraindo diversos fãs que não podem pagar para ir à Arena e que tentam tirar fotos com os lutadores do evento principal de sábado (11/05): a peso-palha Jéssica Andrade, o peso-pena José Aldo, a americana detentora do cinturão peso-palha Rose Namajunas e o peso-médio Anderson Silva.

Esta é a chance dos fãs conhecerem mais de perto o UFC e os atletas. “É um momento de estar perto do fã, de ter esse contato, receber a energia que eles passam. É muito bom sentir isso, poder abraçá-los, tirar fotos”, comenta a lutadora peso-palha Jéssica Andrade, que tentará tirar o cinturão da atleta Rose Namajunas no próximo sábado (11/05). Para ela, o evento é positivo, pois os lutadores acabam conquistando ainda mais fãs.

A americana Rose Namajunas, detentora do cinturão
peso-palha, durante o treino de boxe – Foto: Ana Carolina Fernandes

Seja através do Treino Aberto, ou através de alguma influência externa, cresce ano após ano o número de amantes por lutas marciais. Letícia Ferreira Passos, de 24 anos, um exemplo disso, começou a assistir ao UFC por conta do seu namorado. “Eu não gostava muito até começar a namorar e ele é completamente viciado. Acabou que agora eu gosto muito”, explica Letícia. Ela veio ao treino para tentar ver por alguns momentos o ídolo Anderson Silva e acredita que eventos como o UFC Fan Experience, que é uma ideia brasileira, são importantes por darem a oportunidade das pessoas que não podem pagar terem pelo menos um gostinho do UFC.

Anderson Silva aplica golpe de muay thai – Foto: Ana carolina Fernandes

O Treino Aberto, que agora está agregado UFC Fan Experience, já aconteceu em outros locais. “Aqui no Rio, já fizemos na praia, em Copacabana, na Barra, nos Arcos da Lapa, e há três anos trouxemos o Treino Aberto para dentro do shopping”, salienta Daniel Mourão, diretor de marketing do UFC. O fluxo de pessoas e as opções de estacionamento contribuíram para essa decisão.

Jéssica Andrade aplica golpe de jiu-jitsu numa oponente – Foto: Ana Carolina Fernandes

O evento que para o fã é um sonho, dada a facilidade de estar nele, para o atleta pode não ser tão oportuno. “Nessa fase a concentração e a reclusão seria o mais apropriado”, critica Arthur Fernandes, jornalista esportivo. Porém, Arthur concorda ser uma grande ocasião tanto para quem ama UFC, quanto para os atletas sentirem o quão importante será a luta principal.

Além da chance de ver grandes lutadores do UFC bem de perto, o evento possibilita ganhar um ingresso para acompanhar a pesagem através da troca de alimentos não perecíveis, pensando novamente em quem ama as lutas de MMA, mas não podem pagar por elas.

Ana Carolina Fernandes – 3º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s