Agência UVA Barra Assistiu: Não! Não Olhe!

Após ganhar notoriedade e projetar a carreira no terror moderno com os filmes Nós e Corra!, este que lhe rendeu um Oscar por melhor roteiro em 2018, o diretor e roteirista Jordan Peele traz aos cinemas mais uma obra intrigante. Depois do reconhecimento dos dois primeiros longas, o anúncio de “Não! Não Olhe!” causou grandes expectativas no público.

Embora possua um novo estilo de montagem, o longa é fiel ao que se espera das produções de Peele. Um roteiro recheado de críticas sociais e terror, porém tratados sem muita complexidade ou aprofundamento. Apesar de ser um bom filme, sua construção pode ser decepcionante para quem esperava uma narrativa cheia de reviravoltas. 

(Foto: Universal Pictures Brasil)

A obra narra a história de OJ ( Daniel Kaluuya) e Emerald Haywood ( Keke Palmer), os irmãos responsáveis por administrar o negócio da família na Califórnia, especializado em domar cavalos. Quando o pai morre de maneira misteriosa e eventos enigmáticos começam a acontecer, eles desconfiam que não estão sozinhos no rancho e embarcam em uma jornada arriscada e incerta em busca de provas do que eles acreditam ser a grande descoberta de suas vidas – seres extraterrestres habitando sobre a casa.

Para isso, OJ e Em vão contar com a ajuda de Angel Torres ( Brandon Perea), funcionário de uma loja de tecnologia, e o renomado cineasta Antlers Holst (Michael Wincott). Enquanto buscam manter vivo o empreendimento herdado do Pai, os irmãos precisam lidar com os episódios cada vez mais intensos e tenebrosos que os rodeiam.

Ainda que possua uma montagem meio lenta no início, o diretor consegue prender a atenção do público com o clima de tensão em diversos momentos, através do suspense que acompanha toda a trama. Em meio a todo ambiente caótico, o longa consegue carregar também um ar cômico, com inserções de humor em diversas cenas.

O destaque fica com a construção técnica da fotografia de Hoyte Van Hoytema (indicado ao Oscar) e os efeitos visuais de Guillaume Rocheron (supervisor de efeitos visuais vencedor do Oscar).

A escolha do elenco é outro destaque. Daniel Kaluuya e Brandon Perea trazem boas atuações em seus papéis. Porém, quem realmente brilhou em cena foi Keke Palmer, que possui uma desenvoltura magnífica em frente às câmeras e entregou uma personagem empoderada e extrovertida.

Jordan Peele faz uma crítica à indústria audiovisual por uma busca incansável e a qualquer custo por um espetáculo. Esse pensamento é apresentado ao público durante todo o desenrolar da trama, mostrando como as pessoas são capazes de colocarem as próprias vidas e de outros em risco para alcançarem o sucesso. “Não! Não Olhe!” já está disponível nos cinemas brasileiros e promete dividir opiniões entre a audiência.

Confira o trailer!


Gabriela Mota – 2º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s