Animais de estimação podem ajudar seus donos a enfrentar melhor a quarentena

Companhia de pets aliviam a carga de estresse do home office

Desde o início da quarentena especialistas comentam que houve um aumento considerável nos níveis de estresse, ansiedade e depressão. Os “pets”, animais de estimação, tem se mostrado capazes de ajudar as pessoas a lidar melhor com esses problemas. Eles proporcionam momentos de distração, alegria, ocupações, além de amor e carinho, essenciais para quem está afastado da família e amigos.

Na casa de Walter Gomes e Danielle, quem tem oferecido um suporte para passar pela quarentena de forma mais “leve” é a cadela Paty. “Estamos ficando 24 horas por dia juntos e ela tem se mostrado cada vez mais nossa companheira. Está sempre perto de nós, seja deitada em nossos pés quando trabalhamos ou do nosso lado quando vemos TV. Até na hora de dormir ela fica encostada em nós”.

O cuidado com um animal de estimação exige responsabilidade. Para Walter, um pet demanda tempo e atenção, já que é preciso cuidar da higiene, alimentação e entretenimento, pois eles também sentem o estresse da quarentena. Ele conta que Paty sente falta de passear na rua e até “pede” para sair: “Ela vai até a porta, depois ao lugar onde fica a coleira, cheira tudo e olha para nós. É nítida a vontade dela de passear. Como moramos em vila, deixamos que ela dê uma voltinha quando vemos que não tem ninguém”.

Assista o vídeo com o depoimento do Walter:

.

A veterinária Luciana Amaral observou, nos seus 25 anos de profissão, que as pessoas estão cada vez mais sozinhas e distantes umas das outras, e, para substituir essa carência, adquirem um animal de estimação. Ela acredita que na quarentena esse sentimento de solidão aumentou e, neste cenário, os pets estão sendo excelentes fontes de carinho e companhia, já que os animais de estimação costumam demonstrar afeto aos donos.

A relação entre donos e seus bichos precisam de uma atenção especial também na quarentena. A veterinária aponta que nesse momento é importante brincar, gastar a energia deles, de preferência dentro de casa. “Os pets são sensíveis e absorvem nossas tensões e estresses, por isso estimular brincadeiras, permitir momentos de socialização e ter um relaxamento, tanto do dono quanto do animal, é fundamental”, afirma.

Os cuidados com os pets durante a quarentena podem ser vistos nesta reportagem da Agência UVA Barra.

O home office de Bryan Chagas passou a ser diferente com a chegada de Flicka. A cadelinha ainda é filhote e faz parte da rotina de Bryan e da esposa há 5 meses e meio, mas o casal já sente a diferença nas rotinas. “Nunca tive um bichinho de estimação antes e a experiência está sendo incrível! Minha esposa sai para trabalhar o dia todo e Flicka fica me fazendo companhia. Não imaginava que ela pudesse ser tão carinhosa, importante e que conseguisse me distrair tanto.”

Os passeios com a cachorrinha ajudam a refletir e desocupar a mente. “Moro num lugar calmo e que dá para passear, sem precisar ir diretamente para a rua. Essas saídas com ela me distraem e relaxam”, diz Bryan que toma todas as precauções antes de sair de casa.

“Ficamos tão compenetrados no home office que esquecemos do mundo a nossa volta. É legal ter a ajuda de um bichinho para sair desse casulo e lidar com esse momento de uma forma mais leve.”

Bryan Chagas

Érik Sequeira – 4º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s