Maior festival internacional de dança da América Latina chega à Cidade das Artes

O Rio H2K 2019 reúne coreógrafos e dançarinos do mundo todo para uma troca de conhecimentos profissionais

A dança invade a Barra da Tijuca. Retornando este ano para a sua nona edição, o Rio H2K começou na quinta-feira (20/06), na Cidade das Artes, e se estendeu até o dia 23 de junho. O evento promove o encontro entre praticantes e profissionais internacionais de dança, através de workshops, batalhas e showcases.

O projeto acontece anualmente e teve como idealizador Bruno Bastos, atual diretor artístico do H2K. O ex dançarino teve a vontade de implementar no Brasil algo que é muito comum na Europa. Segundo ele, a proposta do evento é oferecer aulas com professores renomados internacionalmente em um local onde o público de toda a América do Sul pode se reunir por 4 dias inteiros. “A ideia é marcar a vida dessas pessoas por um bom tempo, ou para sempre”, explica o diretor.

A maioria do público do Rio H2K não mora no Rio de Janeiro. Pensando nisso, a equipe criou o Kemp, um acampamento com barracas, no próprio local do evento, que permite facilitar a estadia de quem vem de outro estado. “Eu acho que ficando fora do evento eu perco parte dessa energia da galera e por isso, preferi acampar, usufruindo de tudo daqui”, conta Luana Martins Oliveira, estudante de dança de Minas Gerais, que resolveu ficar no Kemp.

O primeiro dia contou com workshops dos profissionais de dança: Pedro Reis, Sonia Soulshine, Meech Onomo, Filipi Ursão, Jaja Vankova, Dafne Bianchi, Cat Cogliandro e JP Black. Confira na entrevista abaixo o que a artista francesa, Sonia Soulshine, e o artista brasileiro, Filipi Ursão, falaram sobre o evento:

.

Quem está ingressando agora no universo da dança, e quem já está nele faz algum tempo, consegue crescer profissionalmente por meio do evento. “Eu já tenho um estudo com professores incríveis aqui no Brasil, mas com o H2K eu tenho a possibilidade de fazer aulas com profissionais de fora, sem precisar sair do Brasil”, comenta Lua Assunção, carioca e professora de danças urbanas do projeto social Cia Buzina Teatral.

O Rio H2K terá até domingo (23/06) batalhas de dança, com semifinais e finais, e ainda uma festa no sábado (22/06). As aulas vão das mais básicas até as intensivas.

Ana Carolina Fernandes – 3º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s