AGÊNCIA UVA BARRA ASSISTIU: “Um ato de Esperança”

Foto: Divulgação

Um Ato de Esperança conta a história de Fiona Maye (Emma Thompson), uma juíza da Suprema Corte americana na Divisão da Família, que passa por uma crise no casamento com o professor universitário Jack (Stanley Tucci). A narrativa vai costurar a decisão de uma transfusão de sangue em Adam Henry (Fionn Whitehead), um jovem de dezessete anos, com leucemia, em que ele e a família são Testemunhas de Jeová e, com isso, contra o procedimento que pode salva-lo.

Um filme que nos mostra a relação entre a juíza de meia-idade e o jovem à beira da morte, e este impacto de ambos na vida um do outro. É um filme leve, de um modo que não é visto com frequência em filmes do gênero dramático, com elementos que prendem a atenção do espectador, sem se tornar algo maçante. Esta leveza é percebida também em momentos de descontração no texto, em que há uma dose moderada e bem colocada de bom humor.

O filme é baseado no romance de Ian McEwan, A Balada de Adam Henry, em que o escritor ouviu de um juiz sobre certa vez em que ele havia presidido um caso de Testemunha de Jeová, logo se viu motivado a escrever sobre a história. Anos depois, um pouco relutante, ele decidiu levar o romance para telas. Richard Eyre, diretor e amigo do escritor, foi o escolhido para a produção do filme, ambos trabalharam juntos em 1970 em The Imitation Game, uma peça para TV, e quiseram repetir a experiência.

Para interpretar Fiona, a vencedora do Oscar Emma Thompson, que neste papel mostrou que sempre pode nos surpreender ainda mais por ter uma facilidade e domínio na atuação. No papel de Jack Maye, temos Stanley Tucci, um ator que sabe tirar o melhor dos seus personagens, se adaptando a tudo o que lhe propõem. Para completar o trio de protagonistas do filme, o jovem ator britânico de dezenove anos, Fionn Whitehead é quem interpreta Adam Henry, que trouxe uma atuação bem construída e muito segura.

Um Ato de Esperança é um filme com início, meio e fim, é linear e possui elementos fortes que deixam a história bem contada, sem ser cansativo de assistir. O longa estreia no dia 21 de março nos cinemas brasileiros e tem bons ingredientes para emocionar.

Thalyta Souza – 2º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s