Sustentabilidade nas empresas

UVA recebe colóquio sobre economia circular

WhatsApp Image 2018-11-14 at 18.24.23
Wladmir motta, professor Uva e líder do grupo de Pesquisa, apresentando os fundamentos e conceitos base da economia circular

Tornar uma empresa sustentável pode ser difícil se não utilizar os métodos mais adequados como, por exemplo, a economia circular – um modelo de negócios que viabiliza principalmente o uso eficiente dos recursos naturais, evitando o uso exagerado dos mesmos. Esse foi o tema discutido no último dia 30, no auditório da Universidade Veiga de Almeida, no Eccoa – Colóquio de economia circular.

Durante o bate papo entre profissionais e alunos, foi possível compreender um pouco mais sobre o método. O professor Wladimir Motta explicou os principais conceitos nas formas de implementação, que ainda gera dúvidas, afinal se confunde muito com a reciclagem, mas acaba fugindo desse aspecto. “É baseada em uma maior utilização dos recursos naturais, ou seja, você tenta usar isso em um maior tempo possível evitando ter que voltar a natureza e pegar mais recursos, gerando menos resíduos”.

WhatsApp Image 2018-11-14 at 18.24.23 (1)
Integrante do grupo de pesquisa eccoa e a representante da gerência de sustentabilidade da firjan ( eccoa-Wladmir motta, carla Moura, Thaís Vieira e sergio anversa, firjan- Carolina Zoccoli)

É muito mais do que uma mera logística reversa. A efetiva execução dos aspectos que envolvem a economia circular pode minimizar ou reduzir bastante as perdas como impactos ambientais de forma geral, tornando-se um método muito importante para os futuros profissionais. “Mostra que o mundo está evoluindo e a preocupação com o meio ambiente aumenta”, diz Leonardo Cardoso, aluno do 8° período de ciências contábeis, presente no colóquio.

Hoje em dia já é possível ver empresas colocando em prática esse método em diversos pontos da companhia e dessa forma tornando-se parceira da natureza. A ideia dos recursos infinitos já não é propagada, é preciso escapar do antigo modelo linear, no qual se retira os produtos da natureza, produz, consome, descarta e depois volta para natureza de novo para pegar mais. Essa nova estratégia vai colocar no mercado uma nova geração de profissionais que entendem que qualidade de vida não é representada por desperdício.

Ana Carolina Soares – 6° Período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s