A luta contra o verdadeiro inimigo

Comissão de Proteção e Defesa dos Animais realiza palestra sobre a Febre Amarela

WhatsApp Image 2018-01-31 at 16.17.35
Foto disponibilizada para divulgação do evento Febre Amarela: A Culpa não é do macaco 

Falta de informação pode matar. É o que acontece com os macacos por conta da Febre Amarela. Entretanto, a causa da morte não se refere apenas à doença, pela necessidade de uma comunicação mais reforçada, alguns moradores assassinam primatas de formas cruéis, seja por pedradas ou envenenamento. Com o intuito de esclarecer melhor essas e mais dúvidas, a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais (CPDA- RJ) realiza nessa quarta-feira, dia 7 de fevereiro, às 15h, a palestra Febre Amarela: A culpa não é do macaco.

Palestrantes como Dra. Marcia Rolim, subsecretária de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio, e o Dr. Roberto Medronho, médico e epidemiologista estarão presentes no dia. Outros profissionais ligados à área da saúde, como Dr. Francisco Carrera, Dra. Márcia Chame e Dr. Rogerio Calda, também confirmam presença no debate que será conduzido pelo presidente da mesa Dr. Reynaldo Velloso, presidente da CPDA/OAB- RJ.

Para Reynaldo Velloso, explicar sobre a doença, no cenário como o Rio de Janeiro, é de extrema importância, uma vez que o número de casos na Região Sudeste aumenta. “A abordagem torna-se necessária. A Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) chega à conclusão que existe a ameaça da urbanização da febre amarela no país”. Ele afirma que caso o governo brasileiro não realize a vacinação e ações coordenadas em curtos e médios prazos com os estados e os municípios, o cenário pode se agravar.

Além disso, o seminário pretende abordar que moradores da zona rural quanto da zona urbana sofrem grandes riscos, apesar da epidemia não ter alcançado ainda esta última. “Precisamos ter uma grande ação contra o principal transmissor da doença, o Aedes Aegypti, se não a situação será gravíssima”, enfatiza Reynaldo. Questões como a epidemiologia da doença, o mosquito, a biologia dos primatas, as formas de transmissão, entre outras, estarão também na pauta da discussão.

Com a entrada gratuita, o evento acontecerá no prédio da OAB, no centro do Rio, terá transmissão ao vivo por meio da TV WEB OAB, disponível nesse link: WWW.oabrj.org.br/tv.html .  Para os interessados em comparecer ao local, o endereço é Avenida Marechal Câmara, 150/ 4° andar – Centro.

Isabelle Amancio, 5° período.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s