O amanhã começa hoje

Encontro de empresários, empreendedores e líderes de movimentos sociais levantam as expectativas dos cariocas

foto karina grande
Foto: Karina Figueiredo

Problemas na saúde, educação e segurança atrasam o desenvolvimento do estado. O seminário “Reage Rio!” realizado pelos jornais O Globo e Extra, ocorreu nos dias (06/12) e (07/12), no Museu do Amanhã, Praça Mauá. O segundo dia, mediado pela editora-executiva Flávia Barbosa, teve como objetivo debater e encontrar soluções para o Rio de Janeiro enfrentar a crise, que afeta todos os setores da sociedade. Entre as soluções indicadas está o uso e investimento na Economia Criativa, com ele as possibilidades de organização no controle de gastos e melhorias no setor econômico aumentam as chances de lucro e equilíbrio nas despesas.

Outra opção seria usar a tecnologia nas escolas e oferecer crédito aos empresários. Essas dicas foram apresentadas pelos palestrantes de forma harmoniosa. “Não existe uma proposta temos que entender o mundo atual”, disse a vice-presidente da Fundação Bienal de São Paulo Ligia Goldenstein, ao fazer referência aos caminhos para o progresso da cidade. Ela atuou na área da educação e afirma que a inovação e a criatividade devem andar juntas e esses conceitos poderão ser aplicados em sala de aula, espaço apropriado à construção do futuro. A economista e pesquisadora informou que algumas profissões deixarão de existir, em contrapartida outras ocupações surgirão.

Quem também concorda com Ligia é o Coordenador na Startup Rio da FAPERJ – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro Marcos Neme. “Temos que ampliar a visão da educação moderna com escolas adaptadas e flexíveis”, anuncia. Ele administra o projeto apoiado por uma parceria público-privada com o intuito de incentivar ideias com a base tecnológica, por microempreendedores ou pessoas físicas, em grandes negócios que possam impulsionar a economia. Dentro dessa autonomia de empreendimentos, a cidade do Rio tem grande potencial e poderá contar com o apoio do Sebrae a empresas de pequeno porte.

Com destino a uma nova empreitada algumas posições ficam para trás. O ex-gerente de Marketing e conteúdo da Farm Andre Carvalhal, por exemplo, é diretor co-criativo da AHLMA, que tem o propósito de desenvolver um produto de valor e responsável com o meio ambiente. Também é co-fundador do projeto MALHA, espaço colaborativo de produção, criação, experimentação e uma plataforma de crescimento de empreendedores. Ele deixou a estabilidade social e financeira em um momento crítico da sociedade e resolveu investir no desejo pessoal, em dar um novo significado para a moda e utilizar as tendências a favor do mercado.

Com isso, o setor comercial passou a contar com mais um investidor. E ele valoriza o poder que o conhecimento pode agregar ao indivíduo. “Eu acredito que a educação seja a base de tudo. Precisamos reorganizar os investimentos e redistribuir de uma forma mais justa”, declara o fashionista. O ensino aplicado nas escolas aquece os estudantes para a vida profissional, que precisam de outras qualificações técnicas e específicas a fim de conquistar uma posição no mercado de trabalho. A escola de arte e tecnologia “Spectaculu” atua há mais de 18 anos no cais do porto e a Orquestra Maré do Amanhã, criada em 2010 com base no CIEP Operário Vicente Mariano, dentro da comunidade, são modelos de iniciativas que deram certo.

Isso foi possível porque a participação dos jovens e adolescentes nesses projetos modifica a realidade do cenário nos conjuntos de habitações populares. “Existe um preconceito na área da cultura, dizem que só os artistas podem atuar. Nós queremos empoderá-los”, revela o coordenador pedagógico do Spectaculu Rogério José. No espaço são oferecidos cursos na área da beleza e produção aos jovens de 17 a 21 anos da rede pública de ensino e moradores da área de vulnerabilidade social do Grande Rio. Essa atividade já formou mais de 1.700 jovens em 17 anos de atuação e gerou cerca de 5.200 vagas de trabalho para os participantes.

Sabedoria e educação artística estão unidas e existem muitos exemplos para demonstrar. Carlos Eduardo Prazeres é idealizador dos sonhos das crianças da Maré e relata que no início dos trabalhos, com apenas 30 meninos e meninas, ele estava em um momento difícil da vida pessoal, mas isso não o desmotivou a sustentar o programa que já realizou apresentações na TV, praças públicas e conquistou o patrocínio da multinacional State Grid Brazil Holding. “A solução passa pela cultura e educação, não existe outra maneira de resolver os problemas sociais do Rio de Janeiro”, confessa Eduardo. A orquestra busca a profissionalização e transformar a vida dos integrantes por meio da música.

As mudanças no setor cultural são acompanhadas por instituições do governo. E o convidado Léo Feijó superintendente-adjunto de Artes da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro, já atuou como empreendedor artístico por 10 anos. “A sociedade brasileira precisa lutar pela cultura”. Assim como Léo, o jornalista e produtor teatral Eduardo Barata está envolvido nessa área. “O teatro e a cultura me transformou. Eu me sinto um homem realizado”. Sem deixar de mencionar o período de incertezas o comunicador priorizou alguns pontos. “Vivemos um período difícil com a liberdade de expressão e democracia. Precisamos sair da rede social e ter atitude”, conclui o criador.

O evento ainda teve a presença de representantes de algumas áreas sociais como: educação, saúde, cultura e economia.  Na plateia, grande parte do público era formado por jovens universitários, principais atores que poderão interferir no rumo da sociedade ao fazer cada escolha. “É fundamental a participação da juventude nesse diálogo pois eles são atuantes no cenário atual”, destaca Flávia. Com a proximidade das eleições é fundamental que a população esteja preparada para eleger um candidato que esteja apto a realizar mudanças voltadas para o progresso do estado e do país e assim voltar a reagir.

Karina Figueiredo, 3° período.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s