Foco na sustentabilidade

Evento sociocultural reune tendências de diversos países e expõe dicas biodegradáveis

IMG_9337
Foto: Giovanna Faria

Gastronomia, moda, cultura, lazer e meio ambiente estiveram presentes no primeiro dia da 57ª Feira da Providência. O Riocentro abriu as portas para o público, ás 14h da tarde desta quarta-feira (29/11), repleto de atrações que ocorrem até o próximo domingo (03/12). Dentre as apresentações culturais sobre o folclore, dança do ventre, coreografias latinas e um extenso mercado internacional, que agrada o visitante de todos os gostos e classes sociais, a ativista Karin Dreyer, 31 anos, autora do blog “Desperdício Zero” demonstra uma ação, na qual ela oferece meios simples para um mundo mais preocupado em preservar a natureza.

Essa iniciativa começou em 2015 com a carioca, que é graduada em Artes Cênicas e fez pós em Administração de Empresas. Ela ressalta a importância de compartilhar com outras pessoas os hábitos simples que adotou para ajudar o ecossistema a sobreviver ao consumo dos seres humanos. “Eu sou o que eu falo e eu vivo isso. Quero orientar a cabeça da população para evitar os desperdícios”, revela a militante, que propõe uma reflexão sobre o lixo que descartamos todos os dias, desde um simples guardanapo a infinita quantidade de copos descartáveis no local de trabalho.

111111
Foto: arquivo pessoal

Karin faz um apelo para esses gastos que são influenciados pelas propagandas e ultrapassam o nosso bem-estar. “Vamos usar a casca de limão e laranja, por exemplo, para gerar desinfetante e desengordurante. Assim diminuiremos os gastos nos supermercados e a poluição que afeta a nossa saúde”. Karin declara viver de acordo com as necessidades diárias e que se prepara antes de sair com marmita, guardanapo de pano e copos biodegradáveis, sempre que for passar longas horas fora de casa. Isso não impede que ela tenha o compromisso de defender e colaborar com práticas saudáveis de forma pessoal e coletiva.

Ela também apoiou a empresa “Meu Copo ECO”, com sede em Florianópolis e há 6 anos no mercado, que tem a missão de reduzir, reutilizar e reciclar o lixo do planeta. “As pessoas não são obrigadas a comprar o copo, ela também poderá alugar. Nós queremos conscientizar e mudar a cultura de consumo”, é o que explicou a responsável por operações de eventos da organização, Priscila Paiva, 31 anos. A responsabilidade social da empresa busca mudar os maus costumes que geram impactos negativos no mundo, com atitudes básicas como a do copo biodegradáveis que poderá ser usado por mais de 30 anos.

Atitudes que envolvam o meio ambiente sempre são bem-vindas, principalmente quando for para somar e evitar que a ação humana no planeta o destrua. As participantes da feira Priscila e Karin entendem a falta de conscientização e optam por sustentar a causa que pôde estar presente nesse evento realizado na Zona Oeste do Rio. “Será que eu preciso comprar tudo o que eu consumo todos os dias? “, questiona a blogueira.  Para ela não e por conta disso, a vida se torna mais leve e o legado pode ser repassado a todos.

Karina Figueiredo, 3º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s