Batalha de Robôs entre universitários

Faculdade estimula a dinâmica robótica entre estudantes e docentes

Foto robotica 4
Foto: Marcos Cassini

A tecnologia está cada vez mais presente nos ambientes acadêmicos. E a Universidade Veiga de Almeida (UVA) não ficou de fora: vai promover uma competição de robôs, com a interação de alunos de Engenharia. Jornalismo, Publicidade, Design e Administração. O evento, que ainda não tem prêmio definido, acontece às 10h e às 19h no dia 6 no campus Tijuca, e 7 de dezembro às 9 horas, no Campus Barra.  Os alunos participantes foram divididos em equipes e cada curso está contribuindo com suas competências e habilidades específicas para o evento.

Foto robotica 2
Foto: Andreza Martins

Entre esses estudantes, alguns estão participando do processo de concepção, elaboração, construção, organização e divulgação do evento e outros vão competir. ‘‘É importante mobilizar todos os alunos para despertar um novo conhecimento, saber processar todas as informações e desenvolver necessidade, viabilidade, utilidade e qualidade nos trabalhos pessoais e em equipe’’ explica o professor Antônio Carlindo, que além de organizar a competição também participa. É um torneio de habilidades e uma luta de sumô, que conta com uma pista na qual quatro robôs irão disputar entre si. O campeonato dispõe de um caminho onde o robô precisa realizar algumas manobras para chegar à arena de sumô. Quem vencer duas vezes consecutivas passa para a fase final até chegar a um vencedor.

Foto robotica 1
Foto: Andreza Martins

Para chegar à decisão é preciso obedecer a algumas regras básicas, tais como habilidades para virar à direita e à esquerda, parar e aguardar três segundos, empurrar outro robô. Cada partida terá três settings e ao fim de cada um, terá o tempo máximo de cinco minutos para a troca das baterias. Vence aquele que empurrar o adversário no mínimo duas vezes para fora do Dohiô, um ring em forma de circulo onde os desafiantes se enfrentam. Dadas as informações do torneio, os critérios para o vencedor também foram definidos. O campeão deverá mostrar as habilidades de contorno de obstáculos, empurrar o adversário e não pode haver contato manual com o robô. E isso será avaliado e julgado pelos árbitros presentes.

O material utilizado para a confecção dos robôs foi o Kit arduíno, ponte H modelo L298N, rodas, programação das placas arduíno, jumps e confecção de carcaças. Para a pista, um trajeto será pintado no chão de cada campi. Mas antes do processo de montagem, houve a separação e a nomeação das equipes participantes. Com a escolha dos alunos, os nomes foram definidos: Bruxa, Cyborgue, Humanoide e Rebelde. Os professores também estarão participando desse grande evento de robôs, entre eles Antônio Carlindo, Cleber Correia, Carla Costa, Maristela Fittipaldi, Monica Miranda e Roberta Miondo. A expectativa para a competição é grande. ‘‘Nosso objetivo é despertar no público a quarta revolução industrial, na qual já estamos vivendo a robótica avançada’’, confirma Antônio Carlindo. Agora é esperar para ver. E que vença o melhor.

Alunos: Victor Olivera Quilião, Luca Menezes, Rhuan Ramos Bernardes, João Victor Barros de Carvalho, Leonardo Assis e Juliana Marques

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s