O preço da saúde

Alunos de nutrição organizam evento para debater sobre saúde pública com moradores de Vargem Grande

salad-2756467_1920
Foto: Pixabay

Mesmo em dias que a alimentação saudável se tornou moda pelas redes sociais, o mito de que se alimentar bem é mais caro continua pela sociedade. Por isso, cidadãos de baixa renda são mais propícios a terem doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão. Para prevenir e ajudar essas pessoas, a professora do departamento de Nutrição e Saúde Coletiva da Universidade Veiga de Almeida (UVA) Cinara Oliveira inicia um projeto junto aos coordenadores e alunos do curso de Nutrição.

Esse evento começa no dia 21 de novembro das 13 às 16 horas, no Centro de Ação Social Antônio Caldas Pinheiro (Casacap) em Vargem Grande. Tem como finalidade a integração dos universitários, que estão no início da faculdade, e a estimulação dos mesmos a terem contato com os pacientes e com o campus. Para buscar entender melhor uma das áreas de atuação do nutricionista após a graduação, esse contato, que só teriam a partir do quinto período na disciplina de Saúde Coletiva, é adiantado.

O primeiro dia vai ter como destaque o tema “Como elaborar uma marmita saudável para o trabalho”. Os 30 estudantes, que vão participar, foram separados em grupos, cada um com uma tarefa. “Alguns vão levar a salada pronta e os outros os utensílios para a montagem. O legal é a interatividade e eles ajudarem àquela comunidade”, conta Cinara. Ela também será palestrante no dia, com mais dois veteranos da UVA Campus Tijuca.

O propósito vai ser contínuo e em 2018 vão ter, pelo menos, uma ação em campo por mês e duas reuniões de planejamento. E já foram discutidos os possíveis planos das próximas oficinas, que seriam “como elaborar sal em ervas para pessoas com hipertensão” e “como elaborar doces para pessoas diabéticas”. Os alunos, que vão participar desse programa, vão receber 15 horas complementares. “Mas o importante é compartilhar conhecimento com pessoas que não possuem acesso à informação e desmitificar essa associação de saúde a gastar muito”, conclui a professora.

Ana Beatriz Bernardo, 4º período e Giovanna Faria, 5º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s