De ex-aluno para aluno

Ex-aluna da UVA volta à faculdade para compartilhar sua experiência, na Semana de Psicologia

foto sorriso
Fotografia: Guilherme Honrado

A Mesa Redonda, que aconteceu no segundo dia da XXI Semana de Psicologia, na Universidade Veiga de Almeida (UVA) do Campus Barra, recebeu a autora do livro “Um Caso de Hemodiálise: a importância do atendimento no setting hospitalar”, Ana Paula Barreto, Pós-graduada em Psicologia Hospitalar pela UVA. O evento também teve a presença das professoras do curso de psicologia, Ana Carolina Feitosa e Lucia Helena Jorge, que possibilitou um bate papo com o público.

Essa troca de experiência com ex-alunos, que já estão inseridos no mercado de trabalho, é fundamental para que os universitários se sintam estimulados e representados para seguir com a carreira.  Ana Paula publicou sua monografia como livro e isso inspirou os estudantes, como foi o caso do David Santos, do 6º período de Psicologia, que acompanhou a visão da pós-graduanda. “Foi algo mais próximo! Ela é jovem e já está publicando um livro, faz com que a gente perceba nosso valor”, enfatiza David.

Durante a palestra, a autora compartilhou algumas histórias que vivenciou dentro do setting hospitalar, local onde pôde exercer atendimento e apoio para as pessoas.  Esse setor não recebe a atenção necessária, o que atrapalha a evolução do paciente que precisa de um acompanhamento psicológico para uma melhor qualidade de vida. A universitária, Mônica Ramos, do 6º período de Psicologia, não conhecia muito sobre a área e ficou entusiasmada. “Eu não cogitava essa área, achei um setor apaixonante! É incrível a leveza e propriedade que ela demonstrou sobre sua experiência”, reconhece.

Um fator conflitante, segundo a psicóloga, é a constante luta de quebrar paradigmas. “Saber se impor como psicóloga e mostrar que o nosso trabalho é fundamental para criar um ambiente harmonioso e assim diminuir a hostilidade, pois muitos não entendem nossa importância”. O livro busca chamar atenção para o setting de atendimento, que permite que o paciente elabore questões e coloque palavras em seu sofrimento, na expectativa de compreender e superar a situação física ou mental.

A professora, Ana Carolina, acompanhou o processo da monografia e da publicação do exemplar, também ajudou a organizar a mesa de debate e outros programas do evento. “É uma semana que podemos pensar no trabalho do psicólogo e em suas diferentes vertentes, mostrar como esse campo é rico e delicado”, declara. A XXI Semana de Psicologia termina neste sábado (02/09) com a psicanalista argentina Patricia Gherovici, que terá uma conversa sobre identidade de gênero.

Giovanna Faria, 5º período e Isabelle Amancio, 4º período.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s