Amarelo ainda significa atenção

A ação Maio Amarelo intenciona chamar a atenção da população para a quantidade de mortos e feridos no trânsito

MAIO AMARELOn
Imagem: site maioamarelo.com

Coordenada pelo Poder Público e pela sociedade civil, a ação Maio Amarelo foi criada com o intuito de mobilizar a população sobre o alto índice de acidentes com mortos e feridos no trânsito e ainda incentivar debates sobre a avaliação dos riscos do comportamento de cada cidadão ao dirigir. Durante todo o mês de maio, a ação promoverá panfletagens de conscientização em pontos estratégicos do Rio de Janeiro, onde colisões e conversões proibidas são frequentes.

Essas imprudências ao volante podem ser notadas em números. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), três mil pessoas morrem por dia nas estradas do mundo. Os acidentes de trânsito são a principal causa de morte dos jovens na faixa de 15 a 29 anos. No âmbito estadual, em 2016, 36.726 pessoas foram vítimas – entre feridos e mortos – nas estradas, segundo dados do Detran e do ISP (Instituto de Segurança Pública). É estimado pela OMS que, se nada for feito, 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020.

Para que essas estimativas não se tornem realidade, é necessária a conscientização da população. Alex Sandro Valentim da Silva, de 30 anos, vítima de um acidente de carro, acredita que deveria haver mais fiscalização: “Mesmo com todos os números e campanhas, as pessoas ainda não têm consciência e são irresponsáveis ao dirigir”. Já o vendedor Ricardo Ferreira da Silva, de 51 anos, também vítima de um acidente de carro, ressalta a importância de ações como esta: “A importância é muito grande, eu diria até fundamental já que quanto mais se informa, mais se minimizam os riscos de acidentes”.

Segundo Vinícius Farah, presidente do Detran/RJ, ações como o Maio Amarelo são importantes para ajudar a reduzir o número de mortos e feridos. “Foram 42 mil pessoas acidentadas em 2015 e 38 mil pessoas em 2016. São vidas preciosas. Ações educativas e de fiscalização são extremamente necessárias e por isso o Detran está na rua, para explicar às pessoas sobre a necessidade de cuidar de si e do outro e não dirigir de forma violenta.”

17554055_1258712604236939_8056019129713979814_n
Símbolo da ação: um laço amarelo

Entretanto, o Maio Amarelo não trabalha apenas por meio da conscientização. O prédio-sede do departamento do Detran foi iluminado com a cor amarela, em referência ao movimento. Após ele, o Cristo Redentor e o Palácio Guanabara também mostraram, por meio da iluminação, apoio à causa. O Palácio e o prédio permanecerão com as luzes durante todo o mês. No dia 31, o coral do Detran/RJ se apresentará na Estação do BRT Alvorada para marcar o fim do mês.

O amarelo – utilizado mundialmente nos semáforos para sinalizar atenção – foi usado para a campanha justamente por esse motivo, chamar a atenção da sociedade para que os assuntos de morte e acidentes no trânsito sejam tratados como realmente são: uma verdadeira epidemia.

Lizandra Rios, 5º período.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s