UVA e ProVida juntas contra a H1N1

IMG_7754
Jessica Paula e Andréia Dourado, Auxiliar Administrativo e Enfermeira da campanha

Por meio da recente parceria com a Clínica ProVida, a Universidade Veiga de Almeida está promovendo entre os dias 17 e 21 de abril, a primeira campanha de vacinação contra a gripe H1N1, no campus Barra. Para quem se interessar, a campanha vai acontecer no bloco A, sala 105, no Campus Marapendi, das 8h às 20h, aberta aos funcionários, alunos e familiares, além da comunidade. O investimento é de 85 reais. O vírus H1N1 fez muitas vítimas, até o ano passado, mais de 300 pessoas, de acordo com dados emitidos pelo Governo Federal e amplamente divulgado pelos meios de comunicação, daí a importância com o tema.

Para o infectologista e professor de Medicina, João Ricado Cristóvão, a população deve estar atenta às campanhas para imunização do vírus da gripe influenza. “Esse é o momento de pensar com carinho em tomar a vacina, já que as mudanças climáticas incidem diretamente no quadro endêmico, sobretudo o clima frio e seco, que piora as doenças respiratórias” – explica. João acrescenta ainda que a vacina se mostrou bem eficaz por cerca de seis meses, e que as crianças com menos de 2 anos, os idosos, as mulheres grávidas e as pessoas com doenças pré-existentes, como diabéticos, obesos e pacientes em tratamento de câncer e AIDS devem se proteger tomando a vacina.

A coordenadora do curso de Comunicação Social, Professora Margaret Carino, já confirmou presença no evento. Ela acredita que quando as instituições se unem para divulgar a campanha, o resultado sempre é melhor. “Ganham os alunos e funcionários, que experimentam a comodidade em poder tomar a vacina no próprio local de trabalho, ganha a Universidade, que cumpre com seu papel social em reforçar a responsabilidade social que tem com a comunidade e a própria clínica, com a possibilidade de mostrar seu trabalho.”

Da mesma forma pensa a Diretora do Campus Marapendi, Professora Nara Iwata: “Uma universidade não deve ser percebida como um simples local de estudo. Ela deve ser um local de acolhimento e essa é a filosofia da UVA, promover o cuidado intenso com o corpo discente”. A Professora Nara explica que a razão da parceria com uma clínica externa surgiu em função da inexistência do curso de Enfermagem na grade curricular do Campus Marapendi, daí a necessidade de uma clínica especializada que oferecesse toda a infraestrutura para que a campanha de vacinação pudesse acontecer dentro dos padrões.

Mas atenção: pessoas com alergia ao ovo não podem tomar a vacina, alertam os especialistas. A vacina é trivalente e protege contra o vírus influenza A (H1N1), influenza A (H3N2), e influenza B (subtipo Brisbane).

A gripe H1N1 é uma mutação do vírus normal da gripe e ficou conhecida pela epidemia mundial em 2009 e 2010. A doença pode ser facilmente transmitida como qualquer outra, pelo ar, tosse ou espirro. Diferentemente da gripe comum, a H1N1 é mais grave e tem entre os seus sintomas a tosse seca e calafrios. O tratamento pode ser feito por meio de medicamentos, alimentação leve e repouso.

YHARA LINKA, 6° PERÍODO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s