O sonho de ingressar no ensino superior faz parte da rotina exaustiva de estudos

No dia do vestibulando vamos entender sobre preparação de conteúdo e emocional

O dia 24 de Maio é o “Dia do vestibulando” no Brasil. Anos de estudos, escolha da futura profissão, horas e mais horas de provas e almejar um só resultado: a vaga no ensino superior. No ano de 2021, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), prova para o acesso nas universidades federais e os cadastros no Sistema de Seleção Unificada (SISU) tiveram o menor número de inscrições desde 2005.

Para Paula Pavani, diretora de um curso de reforço escolar localizado em Niterói-RJ, essa queda está relacionada à pandemia. “A minha expectativa é que esse número volte a crescer. Nem todas as pessoas já estavam vacinadas na época da prova”, ressalta Paula.

Paula fala sobre a expectativa para o ENEM 2022.


A pandemia de Covid-19 foi determinante nos estudos dos alunos de Ensino Médio neste período. Mariana de Oliveira, está no 3º ano do Ensino Médio, e prestará a prova do ENEM pela primeira vez. A pandemia exigiu desafios maiores para a jovem de 17 anos. “Era uma outra rotina, um outro método de estudo. Existem muitas coisas que foram acumulando para esse ano, tudo isso deixa o processo um pouco mais trabalhoso”, cita Mariana.

O último ano do Ensino Médio traz um peso para os vestibulandos. Além do acúmulo de conteúdos para os estudos, tem o fator emocional. É preciso criar mecanismos para ter estabilidade e confiança nesse processo.

A estudante Mariana de Oliveira explica como lida com a questão emocional.

O ENEM ainda é o principal meio para ingressar nas faculdades, porém algumas pessoas optam por outros vestibulares, como o da UERJ e os das faculdades privadas, cada prova tem um modelo, o que faz com que os vestibulandos estudem mais.  O estudante Igor Baldez fará os vestibulares pelo 2º ano seguido, ele deseja cursar direito. O jovem de 18 anos prestará o ENEM, porém sua preferência está na prova da UERJ. “É uma prova muito mais direta, um conteúdo mais específico. A redação é mais liberal, no ENEM você tem uma estrutura fixa que você tem que seguir”, explica Igor.

Ao decorrer dos anos, Igor adotou diferentes formas para agregar aos estudos. “Faço curso pré-vestibular, 3 redações por semana e tenho que fazer simulado todo sábado, geralmente de tarde, para imitar o horário do ENEM”, relata Igor.

A prova do ENEM, será nos dias 13 e 20 de novembro, e as inscrições já foram encerradas. A prova da UERJ acontecerá no dia 4 de dezembro e será feita em fase única. Ao longo do ano os alunos terão as opções de outros vestibulares, de forma mais direta.

Matheus Moraes – 1º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s