O impacto do booktok na vida dos jovens

Entenda como o fenômeno que cresce no TikTok influencia a leitura de jovens e alavanca vendas de livros

Vídeos curtos, risada garantida, conteúdos rápidos, dancinhas virais e um algoritmo inteligente. Com tais características, o aplicativo chinês “Tiktok” tornou-se mundialmente famoso no ano de 2021, principalmente entre os jovens. O sucesso da nova rede social também pode ser relacionado ao período pandêmico, devido ao número de pessoas que permaneceram em casa e buscaram meios de entretenimento. Logo, jovens leitores começaram a navegar na plataforma e produzir conteúdos criativos ao envolver o mundo literário, e o incentivo significativo da leitura entre os mais novos.

Dentro do aplicativo, a comunidade de leitores usa a hashtag “BookTok”, que conta com mais de 52 bilhões de visualizações. Os vídeos postados se resumem a recomendações de livros, quizzes de identificação com os personagens das histórias, memes literários ou diários de leitura – onde os leitores gravam reações ao livro enquanto o leem. As possibilidades são infinitas e os Booktokers têm usado sua criatividade ao máximo para atrair e encorajar adolescentes ao mundo literário.

Maria Gabriela, de 19 anos, participa da comunidade do Booktok e tem quase 50 mil pessoas acompanhando os vídeos. A jovem relata que o objetivo com a criação de conteúdos é levar a literatura para mais pessoas, mas neste processo, percebeu que juntar a própria personalidade aos vídeos literários pode ser uma grande estratégia para atrair a atenção dos espectadores.

No perfil da estudante, é possível encontrar vídeos onde a mesma dá a opinião sobre as famosas séries literárias juvenis e demonstra fortemente seu gosto pessoal e preferências. Gabriela completa: “O que me inspira hoje em dia é o retorno que eu recebo das pessoas que assistem o meu conteúdo. Quando eu comecei, fazia mais por brincadeira e para mim mesma, só que agora, sempre que eu posto e vejo as pessoas se identificando comigo ou com o vídeo, eu tenho ainda mais vontade de gravar”.

Gabriela Fernandes fala sobre a experiência como influenciadora literária.


Do outro lado da tela, há aqueles que foram alcançados pela febre literária dentro do aplicativo. Camila Karam faz parte do grupo de pessoas que se apegaram ao universo literário por influência do BookTok. A jovem revela o que a atraiu principalmente: o jeito criativo no qual as sinopses eram retratadas na rede social, como se fossem uma fofoca ou algo que aconteceu com a própria pessoa.

“O jeito criativo que eles contam a sinopse dos livros me faz querer ler as histórias e sair um pouco da minha realidade, por isso comecei a ler com mais frequência”

Camila Karam

Desta forma, o espectador se sente como parte daquela narrativa, sendo instigado a buscar tal livro para descobrir sozinho como a história se finaliza. A partir desta estratégia e muitas outras, como encenar as partes marcantes do livro ou relatar o quanto a história é emocionante, os vídeos que antes eram passatempo tornaram-se capazes de alavancar o mercado literário juvenil.

De acordo com Publish News, o livro “Um de nós está mentindo”, lançado em 2018, teve 3.523 cópias vendidas no ano de lançamento. Em 2019, as vendas caíram e no ano de 2020 a obra nem aparecia no ranking de vendas da editora. Contudo, devido ao forte movimento do BookTok, as vendas ressuscitaram e já bateram mais de 13.700 cópias vendidas em 2021.

É cada vez mais comum ver espaços dentro de livrarias físicas com placas como “Sucessos no TikTok”, reflexo do grande impacto da rede no consumo literário entre os jovens. Maior parte dos livros citados são de autores internacionais, porém muitas obras nacionais têm assumido destaque pela plataforma.

Lucas dos Reis, coordenador de marketing do Grupo Editorial Record, afirma que um dos principais motivos da popularidade de novos autores nacionais são histórias que apresentam representatividade LGBTQIA+, sem contar com a construção da narrativa e boas avaliações na rede social. “Conteúdo com representatividade tem um público cativo no TikTok”, afirma Lucas.

Lucas dos Reis comenta a relação entre o mercado literário e o BookTok.

Entretanto, não só os livros físicos fazem sucesso na plataforma chinesa. Muitas publicações, principalmente nacionais, têm aparecido em forma de e-book nos vídeos de 30 segundos. O TikTok já não se resume mais aos vídeos de dancinhas virais, as editoras já reconheceram o potencial de vendas na rede e buscam usar tais meios como aliados.

Déborah Gama – 1° período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s