A Páscoa que transforma

Projetos sociais atuam para reforçar o valor da união

A Páscoa é uma data cristã celebrada todo ano em memória à crucificação de Cristo e ressurreição. Para além do contexto religioso, a festividade pode significar um período de renovação e esperança. Para a ONG Rio de Paz, instituição que vai distribuir chocolates para crianças de comunidades cariocas, a solidariedade é o que representa a Páscoa.

Lucas Louback é coordenador de projetos da Rio de Paz e compartilha a história do trabalho voltado para a segurança alimentar, como uma motivação da criação de campanhas em datas especiais. “Em 2020, com o momento peculiar imposto pela pandemia, decidimos criar a Páscoa Solidária a fim de levar um pouco mais de alegria para as crianças, em um tempo em que a fome voltava a crescer no Brasil”, conta Lucas.

Através de um pequeno gesto, a doação de doces desenvolve sentimentos de alegria nas crianças das comunidades cariocas do Jacarezinho e Mandela. A pureza e o sorriso estampado em cada menino e menina é um sopro de esperança. “É uma injustiça social saber que pelos desafios econômicos algumas famílias não conseguem comprar algum chocolate para seus filhos nesse período. A Páscoa Solidária visa servir essas famílias”, explica o coordenador. 

Lucas Louback comenta a organização do ato.


Na Páscoa de 2021, foram distribuídas 500 caixas de chocolate, especificamente 250 para cada comunidade, de acordo com o levantamento da ONG. Quem ajuda na repartição das guloseimas é Janaína Oliveira, auxiliar administrativa da Rio de Paz. A funcionária descreve como participar do evento e ter a experiência com as crianças é transformador. “O que marca é a expressão de felicidade”, acrescenta a auxiliar.

O acionamento de formas coletivas para amenizar o desamparo é uma forma de reconhecer o próximo. É o que diz Clarice Medeiros, a coordenadora do Serviço de Psicologia Aplicada da UVA campus Tijuca e Barra da Tijuca. “Como somos seres sociais, precisamos do outro, do amor, de ter reconhecimento, de ter um lugar, para podermos estar na vida da melhor maneira possível. As ações solidárias reforçam esses valores”, fala Clarice.

Clarice Medeiros ressalta a importância do acolhimento aos pequenos.

A ação vai acontecer neste sábado, 16/04, nas comunidades descritas acima. “Acreditamos que uma cultura de partilha pode colaborar para mudar o quadro social que vivemos”, conclui Lucas.

Pedro Amorim – 6º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s