A Agência UVA Barra assistiu: Amor, Casamento e Outros Desastres

Foto: divulgação

“Amor, Casamento e Outros Desastres”, novo filme escrito e dirigido por Dennis Dugan, conta a história de quatro pessoas que vivem desventuras amorosas e acabam sendo ligadas por um casamento. No meio dessas situações os personagens aprendem lições sobre a busca do amor e das imperfeições das relações humanas.

O diretor Dennis Dugan, que trabalhou nos últimos anos, em obras de humor como “Gente Grande”, “Zohan” e “O Paizão”, todos estrelados por Adam Sandler, aqui apresenta uma pegada mais voltada para a comédia romântica. Porém, ele não consegue articular bem a narrativa dividida em vários núcleos. Dugan escreveu a história baseada na obra de Eileen Conn e Larry Miller. Ele pega a temática central das desilusões amorosas e dissolve isso nos diferentes personagens do filme.

O grande problema do roteiro é que nenhuma das tramas consegue cativar e despertar interesse no espectador. Depois de um certo tempo, a dinâmica estabelecida se torna arrastada e enfadonha. A conclusão final também não ajuda muito, a conexão entre alguns personagens é muito forçada e cheia de clichês.

A única coisa que salva algumas cenas são as atuações dos experientes Jeremy Irons e Diane Keaton, que interpretam um improvável casal. Lawrence é um experiente e rigoroso cerimonialista, que se fechou para o amor. Enquanto isso, Sara, uma mulher independente, mas que vive com uma deficiência visual, procura alguém que consiga aceitar ela, mesmo com as dificuldades do dia a dia. Juntos os dois formam um divertido casal e que tem as melhores partes do filme. Apesar de ficar com a impressão que os dois estão atuando de forma automática, eles conseguem entregar muito com um texto bem fraco.

Fora os dois, é possível destacar a atuação da carismática Maggie Grace, que interpreta Jessie. A atrapalhada e novata cerimonialista precisa trabalhar ao lado de Lawrence para realizar o casamento de um candidato a prefeito. Ela acaba encontrando o amor em meio aos preparativos quando conhece o músico Mack, vivido por Diego Boneta.

O resto do elenco até tenta se esforçar, mas as cenas de comédia são entediantes e sem graça. O diretor não consegue dar o tom necessário para esses momentos, as piadas são muito clichês e alguns atores não têm o tempo de humor necessário.

“Amor, Casamento e Outros Desastres” é uma tentativa do diretor Dennis Dugan de tentar trabalhar com o gênero da comédia romântica. O longa, com arcos narrativos divididos, não consegue entregar uma boa história no romance e nem no humor. O roteiro acaba se tornando lento e cansativo. Parte do elenco consegue entregar um bom trabalho, mesmo tendo pouco material para trabalhar.

O filme tem previsão de estreia para o dia 20 de maio nos cinemas. Assista ao trailer do filme “Amor, Casamento e Outros Desastres” :

Lucas Souza – 5° Período – Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s