A reinvenção da moda

Sustentabilidade, consumo consciente e os impactos causados pela pandemia

A indústria da moda aliada à preocupação com causas socioambientais abriu espaço para uma nova modalidade no segmento – a moda sustentável. Muitas marcas aderiram ao novo método de produção e o segmento cresce a cada dia. A nova prática também conhecida como “eco-friendly”, visa diminuir os danos ambientais causados pela produção.

Lucília Ramos, professora do curso de Design de Moda da UVA Barra, explica que o conceito de sustentabilidade vai além dos materiais utilizados na produção. “A moda sustentável se refere mais a processos. Uma empresa que é adepta da filosofia sustentável, é uma empresa consciente. Existe uma preocupação da marca, não só com o tipo de matéria prima utilizada, mas também com a comunidade ao entorno”, destaca.

Lucília Ramos – Foto: Arquivo Pessoal

“É preciso se perguntar antes de comprar: Eu realmente preciso disso?”

– Douglas Tavares

Criador da marca sustentável “1985 d.D.”, o Designer de Moda Douglas Tavres comenta que para que haja uma redução dos impactos no meio ambiente, é necessário também que exista um consumo consciente da população. “Acredito que é preciso se perguntar antes de comprar: Eu realmente preciso disso? Como será que essa peça foi produzida? Qual a história dessa peça? É trazer a responsabilidade para a gente. Não há mais como fechar os olhos para ter uma roupa que será em breve descartada”, diz.

A informação é a melhor maneira para a população mudar os hábitos de consumo. Para Lucília, é importante informar e educar esse novo consumidor, talvez mais consciente sobre as propostas de empresas, sobre o que é realmente moda, o desperdício diminua. “Buscar marcas responsáveis e transparentes, que tenham como lema a sustentabilidade, com propostas interessantes de produção que não visam quantidade e desperdício, é um caminho”.

Uma roupa com uma produção consciente ainda tem o valor elevado devido a matéria-prima orgânica; tingimento natural; comércio justo e até o tempo de produção mais lenta. “É aí que devemos comprar menos e adquirir peças que durem muito mais, desapegando dessa cultura de consumo desenfreado”, ressalta Douglas.

Douglas Tavares fala sobre o incentivo ao consumo consciente, assista o vídeo:

.

Impactos do isolamento social no mundo da moda

A quarentena é o momento propício para pensar em consumo consciente. Para Lucília, a moda pode ser um fator social de contribuição, e por isso é válido pensar em uma moda diferente. “Temos que refletir o nosso papel em um planeta que está precisando de ajuda, que está impactado pelas nossas ações. É o momento desse sistema de produção absurda mudar e da moda gerar um novo padrão mais amigável”.

A seguir, Lucília explica os impactos da pandemia na moda. Ouça o áudio:

Graziela Andrade – 7º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s