Eduardo Biato faz apresentação na série de Concertos de Órgão da Catedral de São Pedro

Organista levou clássicos de Bach e Zipoli

O repertório clássico deu o tom neste último domingo, dia 29, no evento Concertos de Órgão da Catedral São Pedro de Alcântara, em Petrópolis. A programação especial, prevista para todo o último domingo do mês, contou com a presença do organista Eduardo Biato.

O órgão da Catedral de São Pedro possui 2.227 tubos (que medem cerca de 29 centímetros a 7 metros de altura), 33 registros, três teclados manuais e 1 pedal. De acordo com Marco Aurélio Lischt, que é organista da Catedral, diretor artístico da série de concertos e, também, regente do coral Os Canarinhos do Instituto Meninos Cantores de Petrópolis, desde 2010, o órgão – existente desde 1937 – tem passado por diversos processos de valorização e preservação. “Temos aqui este belo instrumento em funcionamento, depois de restaurado e 20 anos parado”, diz Marco Aurélio.

Com entrada gratuita, o concerto emociona a todos e principalmente quem vai contemplar o som do órgão pela primeira vez. É o caso do educador físico Eduardo do Vale. Morando em Petrópolis há poucos meses com a família, ele disse ter ficado impressionado com a apresentação. “É vibrante. Te toca. Nunca tinha presenciado ao vivo. As emoções se misturam com o contexto arquitetônico do local a cada melodia. É emocionante demais”.

Organista Eduardo Biato durante apresentação no Concerto de Órgãos da Catedral São Pedro de Alcântara, em Petrópolis – Foto: Paula Guaraldo

Biato ressalta a importância da iniciativa de preservação deste instrumento raro e histórico. “Participo de séries com outros músicos e em outros órgãos do Rio de Janeiro que buscam valorizar estes instrumentos e suas preciosidades e, que além de terem que estar em boas mãos, também precisam ser utilizados e conhecidos”. O órgão da Catedral de São Pedro foi feito em estilo neogótico francês. No local é possível observar esculturas de Jean Magrou, Bertozzi, vitrais e pinturas de Carlos Oswald e ter visitação no Mausoléu da Família Imperial.

A iniciativa do concerto de órgãos é apoiada pela prefeitura por meio da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). O próximo está previsto para o dia 27 de outubro com o organista Benedito Rosa, bacharel em órgão e mestre em Música, com formação em cravo, piano, canto e regência coral. O espetáculo começará às 15 horas. 

Paula Guaraldo – 7º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s