Explosão de Arte e Música

CCBB recebe artistas brasileiras para um bate papo com performances e apresentações musicais

O empoderamento feminino cresce a cada dia e contribui para que a imagem da mulher, que antes era retratada como objeto, ganhe o seu devido valor. Por isso, o projeto “A Arte É Mulher” idealizado pela percussionista Lan Lanh, que aconteceu no dia 8 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), visa unir a arte criada exclusivamente por mulheres e todas as manifestações do poder feminino, e de como estas se expressam em seus trabalhos. 

.

O encontro é mensal e a cada mês traz personalidades diferentes para surpreender o público. A cantora trans Valéria Houston, convidada da edição de maio, foi recebida com aplausos pela plateia e trouxe debates importantes como o feminismo negro e a LGBTfobia. Durante a conversa, a artista comentou que a expectativa de vida de uma pessoa transgênero é em torno de 32 anos de idade. “Eu tive que aprender ao longo da vida que eu não canto só para mim, eu estou cantando para toda uma fatia da população pela qual eu represento” diz

A cantora Valéria Houston se apresenta no “A Arte É Mulher”, no CCBB – Foto: Thalyta Souza

A roda de conversa contou ainda com a participação de Numa Ciro e Jussara Silveira que destacaram que apresentações que tratam de assuntos tão relevantes como o feminicídio é um presente para a reflexão do público. A Pesquisadora e Socióloga com ênfase em violência urbana e segurança pública Silvia Ramos debateu no palco sobre o tema e trouxe dados perturbadores, como por exemplo:  61.000 estupros e mais de 740 casos de feminicídio, segundo uma pesquisa divulgada em 2018 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.  

Eventos como esse acrescentam cada vez mais na construção de pensamentos críticos  sobre esse assunto o qual muitas vezes é silenciado. Em conversa com Maíra Freitas e Lan Lanh, elas se dizem muito gratas por estarem alcançando seus objetivos e querem ultrapassar fronteiras para continuar falando das suas próprias questões. Entre o público presente, o ator Claudio Lins que compareceu no encontro diz torcer para que ideias como essas se multipliquem para assim alcançar o equilíbrio entre o masculino e o feminino na sociedade.  

.

 A próxima edição acontecerá no dia 05/06 e terá como convidada a cantora Cátia de França.

Natália Lisboa – 2 º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s