Curso de Nutrição promove saúde no ambiente acadêmico

Alimentação e atividades físicas são temas abordados no programa

O projeto de extensão Núcleo de Alunos em Saúde Coletiva (NASC) realizou o programa “Nutrição em movimento” para os estudantes, professores e funcionários da Universidade Veiga de Almeida, campus Barra, na última quarta-feira (24). O intuito é mostrar a necessidade de cuidar do corpo e estar bem consigo mesmo para viver em boas condições e a prevenção de problemas futuros.  

A atividade foi realizada por estudantes de Nutrição que puderam aprender na prática, a teoria aplicada em sala. O procedimento de avaliação tem como objetivo medir as dimensões corporais (a estatura, o peso, as dobras cutâneas e os perímetros) e com a combinação desses dados, o profissional pode calcular o percentual de gordura, além de estimar a prescrição nutricional adequada.

  O estudo prático teve a supervisão do professor Sérgio Lima. “O projeto faz parte de diversas tarefas da disciplina de avaliação nutricional, na qual os alunos aprendem a fazer não só as avaliações físicas, de composição corporal, mas também planejam o consumo alimentar e as características de saúde relacionados com a nutrição”, informa o professor.  

O projeto NASC permite que os alunos tenham uma pequena vivência profissional dentro da faculdade com o auxílio dos professores, antes de entrar no mercado de trabalho. “A melhor maneira é fazendo esses eventos que chamam a atenção de um público externo e diversificado, no qual tem o perfil de corpo variado e que ajuda a gente a testar alguns tipos de exames no paciente, nesse caso, nos voluntários”, diz o também professor de Nutrição Gustavo Chicaybam que aproveitou o evento para fazer a avaliação.


Estudantes da Universidade Veiga de Almeida foram voluntários do programa “Nutrição em movimento” –  Foto: Kaliane Trindade

A inspiração desse programa veio do filme de Patch Adams, médico norte-americano. No longa, o personagem compartilha que teve contato com a prática na área da saúde apenas no segundo ano de faculdade. “Então nesse projeto, os alunos estão inseridos desde o primeiro período da graduação e eles tem a possibilidades de se envolver para poder atuar”, conta a professora e coordenadora do Núcleo, Cinara Oliveira.

A relevância de saber os dados do exame para que a pessoa se sinta bem e possa se alimentar cada vez melhor é essencial para controlar os exageros comuns na alimentação diária. A aluna de nutrição Ludimila Batista (4º período), que participou da atividade, fala que “a avaliação é importante para conhecermos o nosso corpo”. Além disso, ela pontua que não deve se basear apenas nas medidas, a questão da refeição saudável e do bem-estar também é necessária.

 A Universidade Veiga de Almeida, através do “Nutrição em movimento”, pôde gerar um ambiente de saúde e promover a importância da boa alimentação com a prática de exercícios e, principalmente, entender o valor do papel da faculdade em gerar informações que possam estimular essa mudança no estilo de vida não só dos alunos, como de toda a comunidade acadêmica.

.

Kaliane Trindade – 5º Período | Jornalismo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s