A vida em forma de espetáculo

“Confissões de um Senhor de Idade” chega à Cidade das Artes

WhatsApp Image 2018-10-15 at 10.08.12
Reestreia da peça “Confissões de um Senhor de Idade” traz novidades para o público – Foto: Nayara Simões

Risadas, histórias emocionantes e muitas reflexões. Essas são as principais características que aguardam o público da peça “Confissões de um Senhor de Idade”. O espetáculo chegou à Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, no último sábado (13/10), às 20h, e fica em cartaz até o dia 28. Segundo o diretor e ator principal, Flávio Migliaccio, a reestreia trouxe muitas novidades.

Além de um novo nome, outras mudanças foram adicionadas ao roteiro, que conta, de forma dinâmica e divertida, acontecimentos que marcaram os 84 anos de vida de Flávio, idealizador da peça e ator que deu vida a grandes personagens da televisão brasileira. A história compartilha algumas convicções do autor, como o ateísmo, e traz, de maneira questionadora e propositalmente contraditória, um diálogo entre o personagem e Deus, um mendigo interpretado pelo ator Luciano Paixão.

Nessa conversa, há lembranças de pessoas especiais e momentos de sua carreira. É uma mistura de risos e emoções, que trazem boas lembranças aos que acompanharam algumas das atuações de Flávio. Para a arquiteta Tânia Sheeny, o espetáculo é muito eloquente. “É uma história de vida resumida em uma narrativa muito bem feita. É uma hora de entretenimento inteligente”.

Ao contar essas experiências, a peça se torna uma autobiografia bem aceita pelo público e, segundo Flávio, o objetivo não é transformar um homem em ateu, por exemplo, e sim trazer um momento interessante ao representar essa conversa. “Toda a peça tem atrativos, mas um dos pontos que chamam atenção da plateia, é quando Deus questiona o porquê não acredito nele, já que estou conversando com ele”, conta o ator.

Outra questão evidenciada em “Confissões de um Senhor de Idade” é o atual cenário brasileiro. Para Flávio, em um momento de tanta violência e discussões em torno de armas e guerras no mundo, é muito bom poder fazer as pessoas sorrirem, o que faz parte de tantos anos de profissão. “O objetivo é trazer a mudança pelo riso”, conclui.

Nayara Simões – 5º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s