Encontro com as novas tendências

Publicitários, artistas, empresários e estudantes divulgam as criações de sucesso na web

39494746990_284df09545_o
Créditos: DAVI CAMPANA/R2

Show, entretenimento e conferências marcam o futuro das audiências virtuais. O festival Rio2C promoveu entre os dias 3 e 8 de abril, na Cidade das Artes, Barra da Tijuca uma série de experimentos criativos e inovadores. O objetivo é levar os visitantes a ter um contato com a realidade no futuro e conhecer parte dos influenciadores do ramo de distribuição nas redes sociais. Além disso, o evento contou com a participação de produtores audiovisuais que apresentaram projetos já realizados.

Entre os convidados está o humorista e apresentador Fábio Porchat, que faz parte de grupo de empresários presentes na mídia. “Nós estudamos o mercado para levar o nosso trabalho para fora do país”, afirmou um dos sócios e roteirista do coletivo de comédia. Ele também reconhece as mudanças de profissionais da TV que migram para a internet a fim de conquistar novos públicos e espaços. “O panorama mudou e nós escrevemos os esquetes com base nas nossas experiências”, revela o ator.

41304067121_246f6eeb95_o (1)
Créditos: DAVI CAMPANA/R2

Na produção dessa peça de curta duração, o empenho é crucial. “Temos um total de vinte roteiros por semana e só aprovamos três”, explica Gregório Duvivier que ressalta a importância de despertar o riso e alegria do internauta. O diretor do grupo Ian Sbf fundou o canal em agosto de 2012 e passou a investir na web. ” Começamos com os investimentos pessoais e queríamos fazer algo diferente”, conta o dirigente que no início tinha apenas quatro colaboradores e hoje chega a mais de quarenta.

Histórias como essas motivam os interessados na área. Caso, por exemplo, da estudante de Produção cultural Paulinne Bastos que acompanha as novidades dos roteiristas. “É curioso saber que a estabilidade que eles alcançaram, não os impediram de migrar para outras plataformas e agregar valor para a marca”, considera a universitária ao analisar a estrutura e o conteúdo das séries. No meio de produtores independentes, há os novatos que possuem pouca experiência nesse tema, uma vez que estão no começo do aprendizado.

Além desse pouco conhecimento, os aparelhos eletrônicos ainda não alcançaram todos as classes sociais. “Não acompanho o canal por falta de um computador, mas aprecio o trabalho que tem boa qualidade técnica”, avalia o Operador de Áudio da TV Escola Ramon Lima. A reunião teve como foco estimular o interesse das pessoas para os diversos meios que possibilitam atrair maior visibilidade do produto. Para os empresários, o uso da tecnologia e das redes sociais, em alta no cenário global, podem ser uma das alternativas mais eficazes no desenvolvimento e destaque do empreendimento.

Karina Figueiredo, 4º período

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s